Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog PT Empresas

Conheça e inspire-se para melhorar o seu negócio. Siga as últimas tendências tecnológicas e conheça histórias de sucesso.

Será o Mate10 Pro da Huawei o primeiro telefone inteligente?

Será o Mate10 Pro da Huawei o primeiro telefone inteligente?

A aposta da Huawei com o lançamento do Mate10 Pro foi dirigida à Inteligência Artificial. Diz a marca chinesa que este é o primeiro telemóvel verdadeiramente smart (inteligente). E baseia esta afirmação no coração do Mate10 Pro, o Kirin 970. Com este processador é possível gerir a memória para obter rapidez e eficiência na utilização.

 

Mas, para o experimentar, é preciso abrir a caixa...

 

De forma simples, ao fim de dois ou três dias de utilização, o Mate10 Pro já consegue perceber os rituais de cada pessoa e ajustar a memória para, por exemplo, abrir de forma mais rápida as aplicações mais recorrentes em vez do funcionamento habitual, com a memória RAM a gerir as necessidades do utilizador apenas no momento do clique na aplicação.

 

O objectivo da Inteligência Artificial é que cada telefone se adapte e comporte de acordo com a forma como cada um prefere usar o aparelho. Mesmo ao nível do tipo de fotografias mais captadas e respetivo ajuste de profundidade de campo, o tal efeito bokeh que a Huawei implementou nos smartphones com a aposta de parceria com a Leica, o Mate10 deverá conseguir "adivinhar" as preferências de cada utilizador.

 

Mas este é apenas um dos aspectos e com a utilização em teste (a publicar num próximo artigo) poderá ser possível mostrar um pouco melhor o potencial desta funcionalidade.

Em 20 minutos é possível carregar este Mate10 Pro para suportar um dia de trabalho. O que significa, por exemplo, que pode carregá-lo enquanto toma banho e se prepara de manhã para ir para o trabalho.  

Através da colocação da tecnologia em Open Source, a Huawei espera que venham a surgir inovações, aplicações com capacidade de tirar partido desta Inteligência Artificial. Um dos exemplos mostrados no evento de apresentação, e que ainda não se encontra disponível é, através da câmara, fotografar qualquer objecto e ser encaminhado para uma loja onde poderá comprar o produto, numa questão de segundos.

 

As potencialidades são ilimitadas mas só com a experiência de utilização e com o interesse despertado junto de algumas Startups, que vejam aqui uma oportunidade de lançar ideias inovadoras, se verá até onde chega esta intenção.

 

A câmara 

A nova câmara dupla com software Leica, vem dotada de uma abertura de f1.6 e consegue capturar mais 90% de luz do que o seu antecessor, o Mate9. Uma funcionalidade que permite fotos com bastante qualidade mesmo em condições de luz interior reduzida.

 

A câmara foi programada de forma a identificar diferentes cenários e objectos. São mais de 100 milhões de imagens que o Mate10 Pro consegue identificar através do processo de aprendizagem artificial. Na prática, quando o utilizador aponta a câmara para um assunto a fotografar, o Mate10 Pro reconhece 13 cenas diferentes tais como retrato (rostos), flores, plantas, luz reduzida, cães, gatos e comida. De forma automática e imediata, ajusta as definições da câmara para tirar o maior partido da exposição, cor, abertura, tonalidade, temperatura, tonalidade, saturação, redução de ruído e definição da foto final.

 

Isto substitui a necessidade de ir ao menu da câmara para escolher, por exemplo, o modo comida, que, na prática, poucos usavam e acabavam por fazer tudo de forma automática. Agora, é automático e inteligente. Basta apontar para o assunto e se for um destes 13 temas, o utilizar irá ver de imediato o símbolo correspondente ao ajuste feito pela câmara (ver vídeo mais abaixo).

 

Um teste mais aprofundado desta funcionalidade será publicado em breve mas, nesta primeira abordagem, é possível perceber que esta identificação é rápida. Principalmente se colocarmos uma taça de azeitonas no plano.

 

azeitonas.jpg

Nesta foto, que apenas foi cortada da sua dimensão original, todo o ajuste foi automático e realça bem a definição e tridimensionalidade transmitida pela imagem. O processo de reconhecimento é imediato, tal como se pode ver neste vídeo de gravação do ecrã do Mate10 Pro no momento em que foi feita esta fotografia.

 

 

Ao nível do ecrã, um OLED, a Huawei acompanha a líder do mercado, a Samsung, que acabou de lançar o Galaxy Note8. O Mate10 não vai ser comercializado em Portugal e por isso vamos focar na versão Pro. Este modelo vem equipado com um um ecrã de 6", sem margens, um rácio de 18:9 e uma resolução máxima de 2160 x 1080.

 

A construção em vidro, curvo, resistente aos riscos na traseira e um vidro Gorilla na frente concedem-lhe a resistência para a maior parte das situações. Em relação ao Mate9, o aumento da luminosidade em cerca de 30 por cento, para 730 nits e o recurso à tecnologia HDR10, suporta a visualização de vídeo em qualidade FHD.

 

Além disso, e seguindo também a tendência do mercado, pode ser ligado a uma TV ou ecrã maior, através de um cabo HDMI, para aumentar a experiência de visualização. Como suporta diversas ligações Bluetooth pode ainda ligar um rato e teclado de forma a usufruir do Mate10 Pro para além dos limites das seis polegadas.

 

Permite Dual SIM, com slot para dois cartões 4G, mas ao usar dois cartões, já se sabe, perde-se a possibilidade de aumentar a capacidade de armazenamento. No entanto, os 128 GB incluídos serão mais do que suficientes para fazer face às necessidades da quase totalidade dos utilizadores. Além disso, como se sabe, por questões de segurança, convém manter os seus dados guardados noutros locais, de preferência na cloud que é mais resiliente em relação a qualquer tipo de imprevisto.

 

A norma IP67, que lhe dá resistência à poeira e salpicos de água, são também características obrigatórias para se manter na linha da frente pois, cada vez mais, os consumidores exigem qualidade e segurança quando pagam por um smartphone que custa mais de 800 euros. Teoricamente, o Mate10 Pro suportar submersões em água até um metro durante 30 minutos.

 

A bateria de 4000mAh assegura carga para um dia em cheio e essa é também um dos trunfos da Huawei para fazer face à concorrência sendo o primeiro smartphone com o certificado de segurança TUV para sistemas de carregamento rápido.

 

Em 20 minutos é possível carregar este Mate10 Pro para suportar um dia de trabalho. O que significa, por exemplo, que pode carregá-lo enquanto toma banho e se prepara de manhã para ir para o trabalho. Ao nível do carregamento, exclui a possibilidade de carregamento sem fios mas, esta "super carga" poderá compensar essa falha ao ser cerca de quatro vezes mais rápida.

 

Mas vamos a números apresentados pelos testes da própria marca. Com uma carga completa o Mate10 Pro suporta cerca de 105 horas de música, 20 horas de navegação em 4G, 20 horas de visualização de vídeo e 30 horas de chamadas em 3G. Mas mais do que os números, que são obtidos em teste de laboratório, é na Inteligência Artificial que está o segredo deste Huawei pois consegue gerir a bateria de forma mais eficaz evitando desperdício.

 

Para quem apostou no Huawei P9, e ficou deslumbrado com a qualidade da fotografia, este Mate10 Pro poderá ser o telefone pelo qual esperava para fazer a substituição. O P10 foi uma evolução, mas o kirin 970 deste Mate10 Pro é uma revolução que vai, certamente, arair os amantes das novidades tecnológicas.

 

Agora, é testar em ambiente real e perceber se o mais recente telefone da marca chinesa cumpre o que promete e se é, realmente, o primeiro smartphone verdadeiramente inteligente.

Artigos Relacionados

  • Huawei P10 continua a liderar ao nível da fotografia

    A Huawei agitou o mercado dos smartphones quando lançou o P9 e anunciou uma parceria com a Leica ao nível da fotografia.Saiba mais

  • Os telemóveis estão no centro da experiência do consumidor. A sua empresa está preparada?

    Mobile First. A expressão não é nova mas é cada vez mais verdadeira. É nos telemóveis que os consumidores passam mais tempo.Saiba mais

  • Infografia: Assistentes digitais

    O desenvolvimento da inteligência artificial e do machine learning estão a permitir o surgimento de uma série de assistentes digitais e de bots.Saiba mais

Soluções Recomendadas

  • Smartphones a prestações

    SMARTPHONES A PRESTAÇÕES

    Leve o seu escritório na palma da mão. Disponível em compra a prestações.Saiba mais

  • Smartphones Dual SIM

    SMARTPHONES DUAL SIM

    Junte 2 cartões num smartphone.Saiba mais

  • Tarifários Unlimited

    TARIFÁRIOS UNLIMITED

    Chamadas, sms e internet para todas as redes.Saiba mais