Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog PT Empresas

Conheça e inspire-se para melhorar o seu negócio. Siga as últimas tendências tecnológicas e conheça histórias de sucesso.

Como criar e manter uma smart city

Como criar e manter uma smart city

As Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) surgem como facilitadoras da gestão e planeamento de uma cidade, independentemente da sua dimensão. Capazes de melhorarem a eficiência dos serviços e a produtividade, encorajam novas formas de colaboração e inovação que alimentam o desenvolvimento socioeconómico.

 

O aumento da qualidade dos serviços e acessibilidade à administração local, bem como a cuidados de saúde, educação e cultura podem igualmente ser impulsionados pelas TIC, aumentando a capacidade de atração e fixação da população local.

 

Posicionar a cidade como inteligente

A PT Empresas desenvolveu o “Cidade Inteligente”, um programa de consultoria em smart cities testado em municípios portugueses, que tem como objetivo apoiá-los no posicionamento das cidades como “inteligentes”.

 

O programa “Cidade Inteligente” reconhece as competências e ambições únicas das cidades, conjugando todos os recursos necessários ao sucesso dos projetos tecnológicos.


Este programa pode ajudar também no que toca a preparar candidaturas a Fundos Europeus Estruturais e de Investimento; definir uma plataforma de diálogo tecnológico; e estabelecer parcerias com os players de tecnologia e serviços para a cidade.

 

Quanto mais tecnológico melhor

A metodologia desenvolvida assenta na convicção de que um dos princípios que determina o nível de bem-estar de uma região é o seu nível de maturidade tecnológica.

As cidades mais inteligentes são cidades mais produtivas, mais competitivas, mais plurais, mais verdes, mais transparentes e tudo isto é possível através do uso de tecnologia.

 

Uma cidade Inteligente em três tempos

O programa “Cidade Inteligente” tem 3 fases. Primeiro, é feita uma análise ao estado da cidade, procurando entender a sua situação atual e dar resposta a questões como “Quais os recursos únicos da cidade?”, “Quais as suas principais debilidades?” ou “Como se posiciona o município face à realidade portuguesa e internacional?”

 

A segunda fase pretende identificar o que a cidade quer ser e que metas quer atingir, já que as cidades são únicas não só devido à sua identidade e história, mas também às suas aspirações e desejos, o que faz com que os programas “Cidades Inteligentes” não possam ser idênticos.

 

Definidos os pontos de partida, é implementada a terceira fase, de definição de um roadmap para as iniciativas. Nesta altura procura-se saber quais as tecnologias mais adequadas para a cidade, quais os custos associados e em que tecnologias apostar primeiro.

 

O programa “Cidade Inteligente” reconhece as competências e ambições únicas das cidades, conjugando todos os recursos necessários ao sucesso dos projetos tecnológicos que irão permitir gerir as cidades de forma inovadora e sustentável.

Conheça as soluções

“Smart Cities”

SMART CITIES

Criar e manter uma cidade inteligente. Saiba mais

“Eficiência Energética”

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Otimize o consumo de energia da sua empresa. Saiba mais

“Siga”

SIGA

Sistema integrado de gestão da aprendizagem. Saiba mais

“Machine To Machine”

MACHINE TO MACHINE

Oferecemos as soluções do futuro, agora. Saiba mais