Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog PT Empresas

Conheça e inspire-se para melhorar o seu negócio. Siga as últimas tendências tecnológicas e conheça histórias de sucesso.

4 superpoderes para as empresas se destacarem numa economia de rede

4 Superpoderes para as empresas se destacarem numa economia de rede

 

Não existe nenhuma fórmula mágica conhecida para que uma empresa se transforme na próxima líder do mundo digital, um clube muito reservado onde pontuam empresas como a Google, Apple, Facebook ou Amazon, mas a consultora FABERNOVEL acredita que o modelo de criação de valor assente na rede é diferenciador e sustenta o sucesso alcançado por estas quatro companhias, as GAFA (sigla composta pelas iniciais das quatro empresas Google, Apple, Facebook, Amazon).

 

Em 2014, o volume de negócios acumulado dos GAFA ultrapassava os 350 mil milhões de dólares, um crescimento de 10,7% face ao ano anterior. A sua economia é equiparável ao PIB da África do Sul, a 32º maior economia do mundo, e o impacto a nível global é enorme.

GAFA = Google, Apple, Facebook, Amazon

A consultora estuda o modelo de funcionamento das GAFA e em 2014 o relatório GAFAnomics: Nova Economia, Novas Regras mostrava como são movidas por uma visão comum, caracterizada por um mercado sem fronteiras, com novos conceitos de criação de valor, de core business e de gestão de talento. Numa nova análise a FABERNOVEL detalha agora a forma como as infraestruturas destas quatro empresas podem ser a alavanca para um crescimento de parceiros.

As GAFA compreenderam a importância da passagem para um modelo de distribuição de valor organizado em rede assente na identificação e redistribuição de valor

Segundo os dados da consultora, os GAFA inspiraram uma nova geração de statups, e empresas que chegaram a volumes de negócio de mil milhões de dólares, como Uber, utilizaram infraestruturas disponibilizadas pela Google para sustentar o seu crescimento.

 

Desafiando uma economia tradicional, onde as empresas controlam a criação de valor e centralizam os seus recursos, as GAFA compreenderam a importância da passagem para um modelo de distribuição de valor organizado em rede assente na identificação e redistribuição de valor.

 

Na nova economia é crucial compreender o modelo GAFAnomics para entrar na economia em rede e dominar o que a FABERNOVEL classifica como os 4 superpoderes, caracterizador por adaptação e exploração de micro pontos de valor.

 

  • Empresa Magnética: explorar e gerir micro pontos de valor.
  • Empresa Íntima: conhecer os clientes e adaptar a experiência dada a cada um, criando uma relação íntima duradoura. Ser reconhecido como um amigo, e não apenas como um vendedor.
  • Empresa Tempo Real: adaptar os produtos, serviços, oferta, experiência passada e futuros projetos em tempo real.
  • Empresa Infinita: atingir uma massa crítica através da aquisição de novos clientes com um custo adicional residual.

 

Nuno Ribeiro, Country manager da FABERNOVEL em Portugal, admite que esta adaptação das empresas a uma nova realidade económica “obriga a novos desafios na gestão para entender as transformações, desafios e potencial da Era Digital como forma de garantir a sua competitividade”.

 

Há superpoderes que são mais difíceis de conseguir do que outros, e tornar-se uma empresa “magnética” exige mais trabalho, mas a dificuldade depende dos negócios e da flexibilidade das organizações à capacidade de adaptação e redesenho do modelo de operações.

 

Mesmo assim Nuno Ribeiro aponta como bom exemplo em Portugal a Farfetch, que este ano atingiu o estatuto de Unicórnio com uma valorização superior a mil milhões de dólares e que usa os quatro superpoderes apontados no estudo.